São Paulo - A revista Newsweek e a Sprint, uma rede de telefonia dos EUA, pediram a três estúdios de arquitetura de vanguarda para projetar o futuro urbanístico de Los Angeles, uma das cidades mais importantes do mundo. O escritório do arquiteto Michael Maltzan, um dos mais badalados na Califórnia, deu uma boa olhada sobre a cidade e apresentou nesta quarta (21/07) suas visões para o ano de 2030.

Um dos aspectos mais notáveis está na forma como o município se desenvolveu historicamente. Como Los Angeles é uma metrópole que cresceu horizontalmente e chegou aos seus limites, está na hora de começar a se verticalizar. Mas, na ótica de Maltzan, nada de bagunça. Ele propõe que seja construído um novo nível de rua, acima dos prédios já existentes, criando um novo plano, com espaços verdes e áreas residenciais.

No futuro, ainda na visão de Maltzan, os limites entre trabalho, casa e lazer vão se misturar e, muito provavelmente, se fundir. E isso irá afetar todo o cotidiano das fábricas urbanas ou da vida corporativa. Novos escritórios devem ser abertos e serão mais interativos, permitindo que existam mais oportunidades para reuniões ao ar livre. Confira mais sobre o projeto de Maltzan e sobre os outros dois (em inglês) clicando aqui.


Fonte: Revista Exame.



|

0 comentários: